O lançamento da Google TV

Uma nova forma de assistir televisão está a caminho. Isso foi o que o Google anunciou, na semana passada, durante a Conferência Anual Google de programadores em São Francisco. O anúncio diz respeito ao lançamento da Google TV; um projeto que visa, definitivamente, unir televisão à internet.


Em uma análise mais cuidadosa, não é difícil perceber que esta é uma união que já existe há algum tempo. A matéria publicada no suplemento Informática, do jornal Estado de Minas, na última quinta-feira, lembra que “a maneira tradicional de assistir à TV, com data e hora marcada para ver os programas, começou a fraquejar já com o videocassete, nos anos 1970, quando passou a ser possível gravar as atrações para assisti-las depois.”


De acordo com Edson, cientista da computação e mantedor do blog Casper Vox (feito para comentar principalmente tecnologia), o conceito de TV+Internet e até a tecnologia usada não é nova. “Se você pesquisar por aí, não só a Apple mais até a Sky já tentou algo parecido. É a vez do Google tentar colocar essa ideia em pratica”, afirma Edson.


Ao ser entrevistada, a equipe da revista Platina também concorda que a proposta do Google em “misturar” tv e internet não é realmente nova: “não é nova, as próprias fabricantes de TV como Sony, Samsumg e Lg, já prometiam isso”. Para eles, essas ideias só ganham destaque neste momento “porque é o Google que está fazendo”. A revista destaca a Apple como pioneira: “ tudo isso começou com a Apple TV que disponibiliza vídeos, filmes, tudo podendo ser visto no PC ou no aparelho produzido pela Apple”.


Mas apesar do que já existe, o projeto da Gloogle TV promete inovações. Para o professor Dhiego Augusto Bicudo, do Curso de Artes Visuais e Multimídia, da Unopar, pode haver muita novidade no projeto: “Pensar em Google, sempre estaremos falando de contribuição, é uma empresa diferenciada e que vem fazendo acontecer. Quanto à tecnologia é positivo e quanto à distribuição ainda acho que estamos longe, visto que será preciso utilizar equipamentos próprios da empresa para se ter os recursos; também é provável que a popularização deste demore bastante para chegar e se tornar realidade.”


O professor ressalta também a precariedade que ainda há no Brasil quanto à capacidade de conexão internet: “Falando de Brasil, ainda estamos tentando fazer com que a conexão banda larga chegue cada mais e melhor nos lares. E a TV Digital que ainda está caminhando. Talvez, neste primeiro momento esteja apto para uma pequena parte de curiosos e ligados em novidades.”


O lançamento da Google TV está previsto para o segundo semestre, nos EUA. Por enquanto, o que existe são opiniões: críticas, apoios, análises, discussões e previsões. Mas para a constatação do que realmente será o projeto, só nos resta aguardar a chegada da Gloogle TV.


Matéria: Daniela Macedo, Luana Braga, Viviane Ferreira e Paula Villela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s